Por que ensinar por palavras?

O discípulo aproximou-se de seu mestre, que se encontrava sentado apreciando a luz da lua numa bela noite de verão, e o interrompeu com uma grande dúvida:

“Mestre, aprendi que confiar nas palavras é ilusório; e diante das palavras, o verdadeiro sentido surge através do silêncio.
Mas vejo que as escrituras e as recitações são feitas de palavras; que o ensinamento é transmitido pela voz. Se a iluminação está além dos termos, por que os termos são usados para defini-la?”

O velho sábio respondeu:

“As palavras são como um dedo apontando para a Lua; trate de olhar para a Lua e não para o dedo que a aponta.”

O discípulo replicou: “Mas eu não poderia olhar a Lua, sem precisar que algum dedo alheio a indique?”

“Poderia,” confirmou o mestre, “e assim você fará, pois ninguém mais pode olhar ela por você. As palavras são como bolhas de sabão: frágeis e inconsistentes, desaparecem quando em contato prolongado com o ar. A Lua está e sempre esteve à vista. A iluminação é eterna e completamente revelada. As palavras não podem revelar o que já está revelado desde o princípio.”

“Então,” perguntou o discípulo,” por que os homens precisam que lhes seja revelado o que já é de seu conhecimento?”

“Porque,” completou o sábio, “da mesma forma que ver a Lua todas as noites faz com que os homens se esqueçam dela pelo simples costume de aceitar sua existência como fato consumado, assim também os homens não confiam na verdade já revelada pelo simples fato dela se manifestar em todas as coisas e momentos, sem distinção.
Desta forma, as palavras são um subterfúgio, um adorno para embelezar e atrair nossa atenção. E como qualquer adorno, pode ser valorizado mais do que é necessário.”

Os dois ficaram em silêncio durante um longo tempo só apreciando a noite, e então de súbito, o mestre simplesmente apontou para a lua; o discípulo entendeu e sorriu. =)

Você já sabe o que precisa saber, só precisa se lembrar disso! 😉 


Bjs e abraços,

Fabricio =)

Anúncios

15 respostas em “Por que ensinar por palavras?

  1. “…assim também os homens não confiam na verdade já revelada pelo simples fato dela se manifestar em todas as coisas e momentos, sem distinção..” – é realmente muito legal…

    bjos.

  2. “Os dois ficaram em silêncio durante um longo tempo só apreciando a noite, e então de súbito, o mestre simplesmente apontou para a lua; o discípulo entendeu e sorriu.”

    embora poucos entendam – vamos sorrir sempre!!!( igual o símbolo escolhido do teu blog)

    bjãooo.

    • O mais importante é você chegar ao entendimento, e isso acontece de dentro pra fora! =)
      Contestando ou não, procure “sentir” o significado das coisas!
      Seja sempre bem vindo Bruno!!! =D
      Abração!

      Fabricio / Rafael =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s