O duelo do chá

Certa vez um mestre da cerimônia do chá no antigo Japão acidentalmente ofendeu um soldado, ao distraidamente desdenhá-lo quando este pediu sua atenção.
Ele rapidamente pediu desculpas, mas o altamente impetuoso soldado exigiu que a questão fosse resolvida em um duelo de espadas.

O mestre de chá, por estar com medo e não possuir absolutamente nenhuma experiência com espadas, foi conversar com um velho amigo, que por ser samurai possuía tal habilidade. Enquanto lhe era servido o chá, o velho samurai não pôde evitar de notar como seu amigo mestre de chá executava sua arte com perfeita concentração e tranquilidade.

“Amanhã,” disse o mestre samurai, “quando você duelar com o soldado, segure sua arma sobre sua cabeça como se estivesse pronto para desferir um golpe, e encare-o com a mesma concentração e tranquilidade com que você executa a cerimônia do chá”.

No dia seguinte, na exata hora e local escolhidos para o duelo, o mestre de chá seguiu seu conselho.
O soldado, também já pronto para atacar, olhou por muito tempo em silêncio para a face totalmente atenta porém suavemente calma do mestre de chá.
Finalmente sentindo-se incomodado e inseguro, o soldado lentamente abaixou sua espada, desculpou-se por sua arrogância, e partiu sem ter dado um único golpe.

O segredo para se obter o êxito em qualquer desafio é ter calma! 😉


Bjs e abraços,

Fabricio =)

Anúncios

14 respostas em “O duelo do chá

  1. Agora eu lembrei daquela frase que diz:”muita calma nessa hora”, e em muitos momentos tem que ter calma mesmo,porque quando a gente não pensa acaba por fazer e dizer coisas que depois só servirão pra que a gente se arrependa de ter feito!
    Maravilhosa semana pra vocês,abração=)

    • Exatamente Natascha! 😛
      Nosso papel aqui no blog é justamente esse! (fazer as pessoas se lembrarem!)
      Grande beijo, ótima semana pra você também!!!

      Fabricio / Rafael =)

  2. Muito bom, rapazes! Esse post me fez lembrar do meu duelo com o vestibular! haha’

    Mas com calma tudo vai dar certo!

    Ahh, não sei se está relacionado com o post, mas este me fez lembrar do espetacular Fernando Pessoa, quando diz: “Para realizar um sonho é preciso esquecê-lo, distrair dele a atenção. Por isso realizar é não realizar.” Acho que essa é a minha forma de manter a calma!rs

    É isso! =D

  3. Não conseguimos raciocinar qnd estamos nervosos…sou exemplo claro disso…Penso e faço coisas fantásticas quando me isolo e não deixo nada interferir minha calma…

    • Tá vendo só Danielle! rs
      Eu também sofria desse mal, e aos poucos fui dominando minha ansiedade controlando meus pensamentos…
      E isso faz toda a diferença quando precisamos produzir!
      Bjssss,

      Fabricio =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s