Há quem tenha medo que o medo acabe – por Mia Couto

O escritor Mia Couto faz analogias sobre como enxergamos o medo no nosso dia a dia, e descreve o quão é fantasiosa a nossa “realidade”.

“Existe mais medo da maldade do que possa haver maldade para tanto medo”

Bjs e abraços,

Fabricio =)

Anúncios

3 respostas em “Há quem tenha medo que o medo acabe – por Mia Couto

  1. Velho, tô namorando uma mina aí, só que ela não dá valor e eu só trato ela mal, e tô quase terminando, o que fazer ? se puder ajudar agradeço ! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s