Meditação em 1 minuto

Oi, tudo bem?! 🙂
Achei um vídeo muito interessante que vai ajudá-lo em seu dia a dia.
É sobre como meditar em apenas 1 minuto!

Quando tudo está mal você quer forçar situações porque é teimoso, resistente e quer que tudo aconteça do seu jeito… mas nada disso funciona.
Na maior parte do tempo nós queremos ter inspiração, respostas e  compreensão, e essas coisas só acontecem quando a nossa mente está vazia.

É preciso estar aberto, calmo e receptivo.
Somente então a resposta surgirá com clareza em sua mente.


Bjs e abraços,

Fabricio =)

Anúncios

Nas mãos do destino

Um grande guerreiro japonês chamado Nobunaga decidiu atacar o inimigo embora ele tivesse apenas um décimo do número de homens que seu oponente. Ele sabia que poderia ganhar mesmo assim, mas seus soldados tinham dúvidas.

No caminho para a batalha ele parou em um templo e disse aos seus homens:

“Após eu visitar o relicário eu jogarei uma moeda. Se a Cara sair, iremos vencer; se sair a Coroa, iremos com certeza perder. O Destino nos tem em suas mãos.”

Nobunaga entrou no templo e fez uma prece silenciosa. Então saiu e jogou a moeda. A Cara apareceu. Seus soldados ficaram tão entusiasmados a lutar que eles ganharam a batalha facilmente.

Após a batalha, seu segundo em comando disse-lhe orgulhoso:

“Ninguém pode mudar a mão do Destino!”

“Realmente não…” disse Nobunaga mostrando-lhe reservadamente sua moeda, que tinha sido duplicada, possuindo a Cara impressa nos dois lados.

O destino é o que você ACREDITA E FAZ do seu momento presente!


Bjs e abraços,

Fabricio =)

Você segue o que os outros lhe dizem?!

É engraçado como nós sempre acreditamos que tudo o que foi pensado por outra mente é naturalmente mais aceitável.
Porém entregar-se nessa idéia existe um grande problema: perdemos o nosso poder de argumentação.

Enquanto você está fazendo perguntas ninguém poderá se aproveitar de você.

Veja por exemplo uma criança.
A curiosidade e a naturalidade com que ela fala e faz perguntas é muitas vezes considerada “falta de educação” por nós adultos.
Porém este é o momento da vida em que ela mais está livre para aprender, e é por isso que todos nós temos saudades da nossa infância.

Mas quando atingimos a idade certa para irmos para a escola essa situação muda, os professores nos fazem esquecer das perguntas e nos obrigam a dar respostas.
“Memorize isso e depois me responda, me prove que memorizou” – dizem eles.

Normalmente essa criança será um ótimo profissional no futuro, e irá ter muitos títulos e uma carreira brilhante.
Porém, como ser humano, ela continuará sendo “analfabeta”, pois será apenas mais um robô, uma pessoa programada para realizar tarefas…
E depois de adulto ela precisará de muitas palestras e terapias ou então atividades que façam com que ela tenha um encontro consigo mesma. (acredito que e é por isso que a maioria de nós está aqui! rs)

Reme contra a maré da multidão, a verdade só acontece para indivíduos, não para grupos de pessoas!

Pensar e imaginar menos não se trata de se “ausentar” de si mesmo, nem de se proteger do mundo “cruel” através de uma armadura, mas sim sobre você voltar a sentir as coisas com a mesma clareza de uma criança.

O que é bom lhe proporciona um bem.
E o bem estar já habita o seu ser, você só não consegue enxergá-lo porque você ainda está dando muita atenção para o que as outras pessoas estão lhe dizendo.
E fazer o que todo mundo faz só fará você chegar onde todo mundo já chegou.

Por que você não vai atrás das suas próprias respostas ao invés de ficar buscando quem possa respondê-las por você?


Bjs e abraços,

Fabricio =)