Conhecimento, Sofrimento e o seu Poder Pessoal

A história é sempre a mesma: você acredita que é uma pessoa que já sofreu e passou por muitas dificuldades, e que apesar de todo conhecimento e bagagem adquiridos no passado, hoje você não está onde merece ou deveria estar…

Será mesmo que a vida comete ou cometeu uma injustiça com a sua pessoa? Hmmm…. NÃO!

Enquanto houver covardia, hipocrisia e falta de comprometimento consigo mesmo, sempre surgirão desafios para você despertar e aprimorar o seu poder pessoal.
E se você chegou até esse ponto desgastante é porque você está evitando usar sua própria força e isso lhe custará (e já deve estar custando) muito caro.

Olhe para o agora, olhe para o presente: o que lhe adiantou se sujeitar a passar por tantos problemas (sofrimentos) se você insiste em não aprender com o que eles insistem em te ensinar?!

Muitos cursos são criados, livros são escritos, vídeos são gravados… existe um incrível acervo de informações nos ensinando sobre como devemos agir e sobre o que devemos fazer.
O problema é que não sabemos ouvir, não sabemos ler, não sabemos assistir… pois não sabemos REFLETIR sobre o que absorvemos.
Alimentamos desde pequenos que o que é pensado por outra mente é sempre mais verdadeiro do que o que nós carregamos no nosso coração, ou então, aceitamos somente as coisas que são convenientes com nossas idéias e crenças…  Somos egocêntricos e inseguros.

O verdadeiro guerreiro não segue, mas trilha seu próprio caminho.

Quando seguimos por caminhos que mostram “a verdade de como todos devem ser” ficamos preguiçosos e burros, pois apenas seguimos sem questionar e quando questionamos não fazemos perguntas inteligentes, não desafiamos as pessoas que nos ensinam.
Então não tome NADA como um manual de como viver.

Não é comprando diplomas e adquirindo títulos que nós iremos aprimorar o que existe no nosso interior. 

Não há como burlar o que somente a vida pode nos ensinar.

Bloquear o que surge naturalmente no seu ser é o segredo para ser perigosamente infeliz.
Não há como fugir, a vida vai te derrubar até você parar de se trair e se sabotar.

Você quer ser feliz sem colocar seu poder pessoal para fora (medo!), e esse é único preço que o Universo exige para que você possa ser feliz de verdade, então veja como isso é uma piada paradoxal: você tem medo de fazer aquilo que lhe fará feliz.

Enfrente seus medos e mantenha-se focado em sua verdade.
Não fuja da sua vocação, não fuja de sua própria força, não seja burro!

Fugir do que o seu coração lhe diz é assassinar todos os seus dons, é abandonar os seus sonhos em cemitérios emocionais.
Toda a sua força se encontra na sua atitude mental.
Você é inteligente, tem capacidade, tem força, tem paciência… tem tudo isso e ainda continua com medo de que suas ações vão desagradar os outros e isso lhe trará desaprovação
As pessoas cismam em fugir do que elas acreditam e facilmente dobram-se como folhas de papel quando suas idéias são contrariadas, então é óbvio que depois elas irão se sentir fracas e inferiores na presença de qualquer idiota que fala um pouco mais alto.
Não só idiotas, mas na presença de qualquer desafio que o Universo colocar para testar suas habilidades e a sua fé.

Então seja fiel e mantenha-se firme aos seus princípios e CRESÇA dentro desses mesmos princípios: eles são as primeiras ferramentas que vão desenvolver sua força interior.

Se você está sofrendo só existe uma única coisa que pode acabar com isso: coragem.
A coragem para ser você mesmo, a coragem de arriscar viver seus sonhos.
Diante disso nenhum sofrimento pode durar.

De que maneira você está evitando usar seu poder pessoal?!


Bjs e abraços,

Fabricio

Anúncios

O tolo que era sábio

Todos os dias Nasrudin ia pedir esmolas na feira, e as pessoas adoravam vê-lo fazendo o papel de tolo, com o seguinte truque:
Mostravam duas moedas, uma valendo dez vezes mais que a outra. Nasrudin sempre escolhia a menor. Rapidamente a história correu pelo condado.

Dia após dia, grupos de homens e mulheres mostravam as duas moedas, e Nasrudin sempre ficava com a menor. Até que apareceu um senhor generoso, cansado de ver Nasrudin sendo ridicularizado daquela maneira. Chamando-o a um canto da praça, disse:
– Sempre que lhe oferecerem duas moedas, escolha a maior. Assim terá mais dinheiro e não será considerado idiota pelos outros.

Nasrudin lhe respondeu:

– O senhor parece ter razão, mas se eu escolher a moeda maior, as pessoas vão deixar de me oferecer dinheiro, para provar que sou mais idiota que elas. O senhor não sabe quanto dinheiro já ganhei, usando este truque.

E cheio de sabedoria acrescentou:

– Não há nada de errado em se passar por tolo, se na verdade o que você está fazendo é inteligente. Às vezes, é de muita sabedoria se passar por tolo e é muito melhor passar por tolo e ser inteligente do que ter inteligência e usar fazendo tolices.

“Os sábios não dizem o que sabem, os tolos não sabem o que dizem!”


Bjs e abraços,

Fabricio =)