O tolo que era sábio

Todos os dias Nasrudin ia pedir esmolas na feira, e as pessoas adoravam vê-lo fazendo o papel de tolo, com o seguinte truque:
Mostravam duas moedas, uma valendo dez vezes mais que a outra. Nasrudin sempre escolhia a menor. Rapidamente a história correu pelo condado.

Dia após dia, grupos de homens e mulheres mostravam as duas moedas, e Nasrudin sempre ficava com a menor. Até que apareceu um senhor generoso, cansado de ver Nasrudin sendo ridicularizado daquela maneira. Chamando-o a um canto da praça, disse:
– Sempre que lhe oferecerem duas moedas, escolha a maior. Assim terá mais dinheiro e não será considerado idiota pelos outros.

Nasrudin lhe respondeu:

– O senhor parece ter razão, mas se eu escolher a moeda maior, as pessoas vão deixar de me oferecer dinheiro, para provar que sou mais idiota que elas. O senhor não sabe quanto dinheiro já ganhei, usando este truque.

E cheio de sabedoria acrescentou:

– Não há nada de errado em se passar por tolo, se na verdade o que você está fazendo é inteligente. Às vezes, é de muita sabedoria se passar por tolo e é muito melhor passar por tolo e ser inteligente do que ter inteligência e usar fazendo tolices.

“Os sábios não dizem o que sabem, os tolos não sabem o que dizem!”


Bjs e abraços,

Fabricio =)

Anúncios

A lenda dos dois lobos

Certa noite, sentado ao redor de uma fogueira, o índio mais velho da tribo explicava para seu neto sobre seus conflitos internos da seguinte maneira:

– Dentro de mim existem dois lobos. Um deles é cruel e mau. O outro é muito bom e justo. Um nunca deixa o outro descansar, eles estão sempre brigando…

Qual dos dois ganhará esta luta?! – perguntou o jovem.

Com toda a sua sabedoria, o velho índio respondeu:

– “Aquele que eu alimentar mais.”

…Saiba o que você alimenta! 😉


Bjs e abraços,

Fabricio =)