Meditação em 1 minuto

Oi, tudo bem?! 🙂
Achei um vídeo muito interessante que vai ajudá-lo em seu dia a dia.
É sobre como meditar em apenas 1 minuto!

Quando tudo está mal você quer forçar situações porque é teimoso, resistente e quer que tudo aconteça do seu jeito… mas nada disso funciona.
Na maior parte do tempo nós queremos ter inspiração, respostas e  compreensão, e essas coisas só acontecem quando a nossa mente está vazia.

É preciso estar aberto, calmo e receptivo.
Somente então a resposta surgirá com clareza em sua mente.


Bjs e abraços,

Fabricio =)

Anúncios

Você fala sozinho?!

…Começa quando ninguém está por perto; você respira aliviado por poder ser você mesmo, ou pelo menos para poder fantasiar situações em que você pode ser quem você é. O tempo passa e você não percebe, e quando se dá conta você já adquiriu um novo hábito: você está falando sozinho.

Nós só começamos a falar sozinhos quando passamos muito tempo guardando aquilo que desejamos falar para outras pessoas.

Não tenha medo, não se cale!
Diga o que você sente e isso lhe libertará.

Não engula sua raiva, não ame em silêncio! 😉


Bjs e abraços,

Fabricio =)

Um insulto em forma de presente

Certa vez existiu um grande guerreiro. Ainda que muito velho, ele ainda era capaz de derrotar qualquer desafiante. Sua reputação estendeu-se longe e amplamente através do país e muitos estudantes reuniam-se para estudar sob sua orientação.
Um dia um infame jovem guerreiro chegou à vila.
Ele estava determinado a ser o primeiro homem a derrotar o grande mestre.

Junto à sua força, ele possuía uma habilidade fantástica em perceber e explorar qualquer fraqueza em seu oponente, ofendendo-o até que a este perdesse a concentração. Ele esperaria então que seu oponente fizesse o primeiro movimento, e assim revelando sua fraqueza, e então atacaria com uma força impiedosa e velocidade de um raio. Ninguém jamais havia resistido em um duelo contra ele além do primeiro movimento.

Contra todas as advertências de seus preocupados estudantes, o velho mestre alegremente aceitou o desafio do jovem guerreiro.
Quando os dois se posicionaram para a luta, o jovem guerreiro começou a lançar insultos ao velho mestre. Ele jogava terra e cuspia em sua face. Por horas ele verbalmente ofendeu o mestre com todo o tipo de insulto e maldição conhecidos pela humanidade.

Mas o velho guerreiro meramente ficou parado ali, calmamente.
Finalmente, o jovem guerreiro finalmente ficou exausto.
Percebendo que tinha sido derrotado, ele fugiu vergonhosamente.
Um tanto desapontados por não terem visto seu mestre lutar contra o insolente, os estudantes aproximaram-se e lhe perguntaram:
“Como o senhor pôde suportar tantos insultos e indignidades?
Como conseguiu derrotá-lo sem ao menos se mover?”

“Se alguém vem para lhe dar um presente e você não o aceita, para quem retorna este presente?” – replicou o mestre.

Saiba o que você aceita das pessoas!


Bjs e abraços,

Fabricio =)

Você tem saudades da sua infância?

Quando paramos de reclamar das pessoas mais velhas e passamos a reclamar dos mais jovens não significa velhice nem esclerose.
Significa que estamos sendo vencidos pelas idéias empoeiradas dos sonhos que nós enterramos.

Deixamos nosso sonho trancado dentro de um baú, que fica em algum lugar do nosso peito “pegando pó” até que ele comece a doer e a nos incomodar através do tédio e daquela conhecida sensação de que algo está faltando…
Vamos mantendo nosso sonho neste lugar, mas evitamos dar atenção.

Desenterrar seu sonho é encontrar seu tesouro!
E é justamente isso que distingue o homem comum do homem corajoso.

O oposto do velho chato é uma criança espontânea e feliz.
Você acha que não pode mais voltar a ser criança porque perdeu sua inocência, porém inocente não é quem desconhece a maldade, mas é aquele que a experimentou e a superou.

Lembra daquele sonho de criança que hoje, por você ser “adulto”, você encara como bobo?!
É muito engraçado ver você pensando desta forma, uma vez que em toda ocasião que você lembra de sua infância lhe bate um desespero em forma nostalgia causado pela saudade de algo que foi realmente bom…rs

Nós sempre estamos procurando pelo melhor, e isso nos faz mudar constantemente.
Suas idéias não foram gravadas em pedra, lembre-se disso.

De nada adianta reclamar.
Continue reclamando sem fazer nada… agora não existem problemas, mas tenha certeza que morrerá passando vontades.
Reclame sem motivo algum agora e tenha certeza que no futuro você terá realmente um motivo para reclamar!

Ao invés de procurar desafios, procure por felicidade.
Viver não significa resolução de problemas, o nome disso é sobrevivência.
E tudo o que você precisa é respirar e sorrir, tenha coragem para isso.

Por que você não volta a ver as coisas como uma criança? =)


Bjs e abraços,

Fabricio =)

A lenda dos dois lobos

Certa noite, sentado ao redor de uma fogueira, o índio mais velho da tribo explicava para seu neto sobre seus conflitos internos da seguinte maneira:

– Dentro de mim existem dois lobos. Um deles é cruel e mau. O outro é muito bom e justo. Um nunca deixa o outro descansar, eles estão sempre brigando…

Qual dos dois ganhará esta luta?! – perguntou o jovem.

Com toda a sua sabedoria, o velho índio respondeu:

– “Aquele que eu alimentar mais.”

…Saiba o que você alimenta! 😉


Bjs e abraços,

Fabricio =)

A vontade de agir é tudo!

Não importa o quanto você sabe e sim o quanto você aplica.
Sua raiva lhe dá poder se você a usa contra suas próprias barreiras, nunca contra si mesmo ou contra as pessoas que lhe cercam.

Obs: Apesar da história deste filme ser baseada em um personagem fictício, ela é repleta de exemplos, filosofias e ensinamentos sobre nossos sentimentos (raiva/culpa), assim também de como o poder de nossas escolhas podem afetar diretamente nosso estilo de vida e o nosso caráter.

Bjs e abraços,

Fabricio =)

Você conhece alguma vítima/coitadinho?!

As pessoas (você) adoram apontar o dedo para as outras; culpam tudo e todos pelos fracassos na vida e se fazem de vítima até o último momento…
Entretanto se alguém esbarrar em algo que venha ferir o orgulho delas, elas passam do estado de “vítima” para “agressor” em milésimos de segundo! Não é verdade?! rs
Este post é pra você que adora dizer que “tudo é muito difícil”. 😉

As pessoas são vítimas apenas das próprias ignorâncias.

Nossa cultura e educação nos ensinam a ter dó e piedade das pessoas, entretanto o sentimento de piedade não pode ajudar ninguém.
Pelo contrário! Se ele realmente pode fazer alguma coisa é piorar as situações.
As pessoas ADORAM dizer que não podem fazer as coisas como se houvesse alguma vantagem em dizer isso, e pense bem, é tão bom ter liberdade para fazer “tudo”! (é lógico e óbvio que não podemos fazer exatamente tudo, mas veja a sensação boa que sentimos só de pensar nas nossas possibilidades de realização!)

É muito mais fácil se fazer de vítima do que aceitar e enxergar os pontos fracos que fizeram você chegar onde você chegou.
Conhecer seus pontos fracos fará de você uma pessoa forte, não há outro caminho.
Autoconhecimento requer honestidade consigo próprio! 😉

Você gosta se fazer de vítima apenas para não precisar enfrentar suas fraquezas.

Como você se sente quando uma pessoa vem lhe pedir esmolas se fazendo de coitada?
Péssimo, não é verdade?! rs
Agora quero que você entenda que é dessa mesma forma que as pessoas se sentem quando você começa a falar de si mesmo como se fosse um coitadinho.
É essa “maravilha” de sentimento que você proporciona para as outras pessoas.

Quanto mais você reprime suas vontades usando o medo, mais fraco você fica, e pelo equilíbrio natural das coisas, o Universo sempre nos completa com a linguagem que estamos falando, ou seja; se você está se fazendo de vítima, ele vai arrumar um meio de encontrar um “agressor” pra você através de alguma situação em seu dia a dia.
Pode ser um agressor mental, como pode ser emocional – e se você não acordar para a realidade – poderá também ser um agressor físico.
Você se lembra daquela frase “quem apanha nunca esquece”? Pois então, isso acontece para a pessoa sempre se lembrar e ter a consciência de que ela só está onde colocou a si mesma.

Você só se torna fraco quando aprisiona sua própria força.
Você só enxerga as pessoas como sendo maiores que você quando você está ajoelhado.

Por que diabos você ainda está ajoelhado?!

Bjs e abraços,

Fabricio =)

Do que você chama as pessoas?

Certo dia, um rei convidou para um farto jantar um velho mestre chamado Muhak.
Quando Muhak chegou ao palácio o rei explicou-lhe que, para afastar o cansaço e a tensão do trabalho administrativo, queria ter uma conversa completamente informal com ele.
O mestre, então, se colocou à sua disposição.

Iniciando a conversa o rei, conforme havia indicado, logo comentou:

– Muhak, você mais parece um grande porco faminto procurando por comida.

O mestre Muhak, após refletir e sem se alterar, respondeu:

– E o Senhor, Excelência, mais parece um buda meditando sobre um pico elevado do Himalaia.

O rei, ora descontraído, ficou surpreso com a resposta de Muhak e alterando o semblante lhe disse:

– Comparei você a um porco, e você me compara a um Buda?

– É que um porco só pode ver um porco, Excelência, e um Buda só pode ver um Buda!

Você só reconhece nos outros aquilo que também existe dentro de você!


Bjs e abraços,

Fabricio =)